Quem sou eu

Minha foto

Numa busca interior, descobri em Cristo a unificação universal com o cosmo, assim como Jesus afirma ser ele e o pai um único ser(João 10.30), descobri que somos um tambem com o criador, alguns o chamam de "Arquiteto do universo", outros de "Mente criadora", eu prefiro chamar apenas de "Pai", pois o Genesis não diz que Deus parou para pensar no que ia fazer, e pelo que sei é isso que um arquiteto faz, ele pensa, planeja, calcula, mas Deus apenas disse e aconteceu como falou, creio no poder da palavra, e sei que mudanças poderosas podem ocorrer coforme o que você pronuncia, você pode ter uma vida de sucesso falando coisas boas ou uma vida penosa e sofredora falando palavras malditas, que tendemos a chamar de palavrões. Desejo poder iluminar sua vida com o que for postado nesse bloger, e que a paz do Senhor Jesus, que é a mais profunda a se desejar, superabunde em seu ser e dê o despertar cósmico de sua consciência que você tanto deseja

domingo, 21 de setembro de 2014

Pastor Marcos Pereira é condenado a 15 anos de prisão por estupro no Rio

O juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, condenou o pastor Marcos Pereira da Silva a 15 anos de prisão por estupro. Segundo os autos, o crime foi cometido no final de 2006 contra uma seguidora nas dependências da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias.

"As testemunhas ouvidas relatam com firmeza como o acusado é uma pessoa manipuladora, fria, só pensa em si, utilizando-se das pessoas para satisfazer seus instintos mais primitivos e de forma promíscua, utiliza da boa-fé das pessoas para enganá-las. Pelo exposto e por tudo que dos autos consta, julgo procedente a pretensão punitiva para condenar Marcos Pereira da Silva", diz a sentença, segundo o TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio).

Marcelo Patrício, advogado do pastor Marcos Pereira, afirmou que vai recorrer da sentença. Segundo ele, a decisão é absurda. "É uma injustiça porque não tem nenhuma prova no processo. Parece que o direito penal foi rasgado para o caso dele", disse por telefone ao UOL. O advogado vai alegar que houve decadência do crime. "Pela nova lei, uma vítima teria seis meses para denunciar o estupro. Neste caso, o pastor Marcos não poderia ser processado porque o estupro teria acontecido em 2005. É uma questão já definida pelas cortes superiores."

Patrício também criticou a duração da pena. "O pastor é réu primário. Não existe pena de 15 anos para réu primário." O advogado prometeu recorrer até a cortes internacionais caso sua apelação à Justiça brasileira não seja acolhida. "Estou pensando até em ir para a Corte Internacional de Direitos Humanos. Para mim, o pastor Marcos Pereira é um preso político."

Prisão
Pereira está preso desde o dia 8 de maio no presídio do complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio. Em audiência à Justiça, o pastor negou o estupro e acusou pessoas ligadas à ONG AfroReggae de convencer a suposta vítima e outras que foram ouvidas a fazerem as acusações.

Na semana passada, o MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) denunciou o pastor Marcos Pereira e Márcio Nepomuceno dos Santos, conhecido como "Marcinho VP", pelo crime de associação ao tráfico. O órgão solicitou ainda o pedido de prisão preventiva dos dois.

"CADEIA NÃO TEM COMO ME SEGURAR", DIZ PASTOR


Segundo o promotor Alexandre Murilo Graça, a associação dos denunciados para o tráfico de drogas começou em 1993, época em que o religioso fazia trabalho de evangelização em presídios, delegacias e comunidades dominadas pelo tráfico. Já Marcinho VP começava a ascender na estrutura do "Comando Vermelho", organização da qual é um dos principais chefes.

O pastor, como aponta a denúncia, começou como "pombo correio", levando ordens de chefes do tráfico que estavam presos para as comunidades onde atuavam, aproveitando-se do fato de ter acesso aos presos. Nas comunidades cariocas --principalmente nos complexos do Alemão e da Penha-- outros religiosos eram ameaçados e impedidos de realizar seus cultos, o que fortalecia a igreja de Pereira.

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/09/12/pastor-marcos-pereira-e-condenado-a-15-anos-de-prisao-por-estupro-no-rio.htm

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Brasil é o oitavo pais com maior índice de suicídio do mundo.

“E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.”
Mateus 24:12
“E pela tua ciência perecerá o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu.”
1 Coríntios 8:11
Esses dois versículos tem sido visto como reais nos dias de hoje, pois o pecado ou iniquidade, tem nos tornado mesquinhos, arrogantes e incapazes de amar, inclusive a própria vida, e por outro lado, os conhecedores ou doutores tem enfraquecido os irmãos que estão fracos na fé, os afastando do criador e levando alguns a loucura, depressão, as drogas, ou até mesmo a tirar a própria vida. Triste fato relatado pelo jornal “O globo”:
(http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/uma-pessoa-no-mundo-comete-suicidio-cada-40-segundos-diz-relatorio-inedito-da-oms-13826787 )
Nesse artigo, mostra que o Brasil é o oitavo lugar em suicídio do mundo, e o pior de tudo é que o nosso pais é o segundo que mais evangélicos tem no mundo perdendo apenas para o Estados Unidos.
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Protestantes_por_pa%C3%ADs )
São cerca de 14 mil igrejas só em nosso pais:
( http://noticias.gospelprime.com.br/evangelicos-14-mil-igrejas-ano-brasil/ )
Onde está o erro, será que esta no evangelho? Duvido, “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.”
Romanos 1:16
O erro está no tipo de evangelho que esta sendo pregado:
“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.”
Gálatas 1:8
Anátema é sinônimo de maldito ou amaldiçoado, então para compreender o que estou dizendo precisamos entender o que é o evangelho. Evangelizar é o ato de divulgar a mensagem de Cristo:
“E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.”
Marcos 1:15
Evangelho não é riqueza ou reuniões onde se prega como se tornar rico, e sim a mensagem de salvação onde Cristo venceu a morte, e assim como ele venceu, nós também podemos vencer, uma vez que o aceitemos como nosso único e suficiente salvador. Deus os abençoe.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Deus Negro (Neimar de Barros).

DEUS NEGRO

Eu, detestando pretos,
Eu, sem coração!…
Eu, perdido num coreto,
Gritando: “Separação”!

Eu, você, nós… nós todos,
Cheios de preconceitos,
Fugindo como se eles carregassem lodo,
Lodo na cor…
E com petulância, arrogância,
Afastando a pele irmã.

Mas
Estou pensando agora:
E quando chegar minha hora?
Meu Deus, se eu morresse amanhã, de manhã!
Numa viagem esquisita, entre nuvens feias e bonitas,
Se eu chegasse lá e um porteiro manco,
Como os aleijados que eu gozei, viesse abrir a porta,
E eu reparasse em sua vista torta, igual àquela que eu critiquei
Se a sua mão tateasse pelo trinco,
Como as mãos do cego que não ajudei!
Se a porta rangesse, chorando os choros que provoquei!
Se uma criança me tomasse pela mão,
Criança como aquela que não embalei
E me levasse por um corredor florido, colorido,
Como as flores que eu jamais dei!
Se eu sentisse o chão frio,
Como o dos presídios que não visitei!
Se eu visse as paredes caindo,
Como as das creches e asilos que não ajudei!
E se a criança tirasse corpos do caminho,
Corpos que eu não levantei
Dando desculpas de que eram bêbados, mas eram epiléticos,
Que era vagabundagem, mas era fome!

Meu Deus!
Agora me assusta pronunciar seu nome!
E se mais para a frente a criança cobrisse o corpo nu,
Da prostituta que eu usei,
Ou do moribundo que não olhei,
Ou da velha que não respeitei,
Ou da mãe que não amei!…
Corpo de alguém exposto, jogado por minha causa,
Porque não estendi a mão, porque no amor fiz pausa e dei,
Sei lá, só dei desgosto!

E, no fim do corredor, o início da decepção!
Que raiva, que desespero,
Se visse o mecânico, o operário, aquele vizinho,
O maldito funcionário, e até, até o padeiro,
Todos sorrindo não sei de quê!
Ah! Sei sim, riem da minha decepção.

Deus não está vestido de ouro! Mas como???
Está num simples trono:
Simples como não fui, humilde como não sou.

Deus decepção!
Deus na cor que eu não queria,
Deus cara a cara, face a face,
Sem aquela imponente classe.

Deus simples! Deus negro!
Deus negro!?

E Eu…
Racista, egoísta. E agora?
Na terra só persegui os pretos,
Não aluguei casa, não apertei a mão.

Meu Deus você é negro, que desilusão!

Será que vai me dar uma morada?
Será que vai apertar minha mão? Que nada!

Meu Deus você é negro, que decepção !

Não dei emprego, virei o rosto. E agora?
Será que vai me dar um canto, vai me cobrir com seu manto?
Ou vai me virar o rosto no embalo da bofetada que dei?

Deus, eu não podia adivinhar.
Por que você se fez assim?
Por que se fez preto, preto como o engraxate,
Aquele que expulsei da frente de casa!

Deus, pregaram você na cruz
E você me pregou uma peça:
Eu me esforcei à beça em tantas coisas,
E cheguei até a pensar em amor,

Mas nunca,
Nunca pensei em adivinhar sua cor!…

domingo, 24 de agosto de 2014

Jesus

Colocam o meu nome em oficinas e salões ao lado de inúmeras fotos de mulheres nuas, sorridentes e infelizes;
Colocam o meu nome em consultórios onde represento apenas um símbolo preso a parede já que ali praticam tudo, menos cristianismo;
Colocam o meu nome em entidades de ensino onde “Cristãos” se envergonham de pronunciar o meu nome, como se eu tivesse traído Judas Iscariotes e não ele a mim;
Colocam o meu nome em clubes onde sou apenas ornamentação;
Colocam o meu nome perto de balcões onde a minha frente desfilam bêbados e vagabundos;
Colocam o meu nome em salas de cinema onde passam filmes pornográficos para o faturamento do dono que é “cristão”;
Colocam o meu nome em associações onde eu apareço menos do que todos;
Colocam o meu nome em templos que contrastam com minhas vestes;
Colocam o meu nome em hospitais que não recebem seres que eu chamei de “meus pequeninos”
Colocam o meu nome em paredes, pescoços, estampa de camisa, tatuagem, em vez de estar, PRIMEIRO, no coração!

adaptado da obra "Assim voltamos do inferno", Neymar de Barros, editora Shalon, 1° edição, 1976

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Vamos mudar o Brasil. Com o pastor ou a missionária.

Everaldo Dias Pereira, conhecido como Pastor Everaldo (Rio de Janeiro, 22 de fevereiro de 1956) é um ministro evangélico, empresário e político brasileiro. É um importante nome da Assembleia de Deus e vice-presidente doPartido Social Cristão (PSC), pelo qual é pré-candidato ao cargo de presidente da República, nas eleições de outubro de 2014.
Everaldo é filho do pastor Heraldo e da missionária Dilma e nasceu em Acari, bairro pobre da Zona Norte do Rio de Janeiro. Decidiram que seu nome seria igual ao de seu tio Everaldo, Everaldo Dias Pereira. A residência da família era um núcleo da igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira. Cresceu junto com seus irmãos Meire-laine, Ivete, Edivaldo, Edimilson e Marcos. Começou a trabalhar muito cedo, com seis anos ajudava o pai a vender vasos de plantas na feira. Aos dez anos fez amizade com feirantes e passou a vender bananas e depois canecas e copos2 . Também foi servente de pedreiro e office-boy.
Em 1970 passou em um concurso público com 14 anos, no IRB, Instituto de Resseguros do Brasil. Aos 17 anos ingressou na Faculdade de Economia e Finanças do Rio de Janeiro e pagou seus estudos com o salário recebido por seu trabalho no Instituto. Trabalhou em Companhias de seguros. Pouco tempo depois montou a sua própria empresa. Em 1989 apoiou a campanha de Leonel Brizola.3 para Presidente, e desde então, participa da vida pública.
Everaldo é casado com a cantora gospel Ester Batista e tem três filhos, Paula Pereira, Laércio Pereira e Filipe Pereira, este último deputado pelo PSC no Rio de Janeiro.
Em 1980 entrou na política, filiado ao extinto Partido Democrata Cristão (PDC). Everaldo se manteve nos bastidores da política carioca até se sagrar vitorioso com a chapa Anthony Garotinho (PR) e Benedita da Silva (PT), ambos evangélicos, no governo do Estado. Eles tiveram o apoio do ex-deputado bispo Manoel Ferreira (PSC), líder da igreja de Everaldo. De 1999 a 2002 foi subsecretário da Casa Civil no governo do Rio de Janeiro, sendo responsável por ajudar a implementar o primeiro bolsa família do Brasil, o “cheque cidadão”. Em 2003, filiou-se ao Partido Social Cristão (PSC) como vice-presidente. Após mais de uma década no comando da legenda, decidiu concorrer a um cargo majoritário pela primeira vez.
Pastor Everaldo está entre os citados por ativistas gays como inimigo público da militância homossexual por ter sido um dos idealizadores da campanha "Homem + Mulher = Família", promovida pelo PSC em 2012”.4
Casado em segundas núpcias5 com a cantora gospel Ester Batista, é pai de três filhos.2 O casamento anterior foi com Maeli de Almeida6 . Entre o primeiro e segundo casamentos, Everaldo teve um relacionamento com Kátia Míriam Offredi Maia, que o acusou de agressão física, seguida de ameaça de morte.7 Kátia Míriam alega ter vivido em união estável com Everaldo8 .
Marina Silva nasceu em Rio Branco, capital do estado do Acre, em 8 de fevereiro de 1958. Descendente de africanos e portugueses,13 foi registrada com o nome de Maria Osmarina Silva de Souza,9 sendo filha do seringueiro Pedro Augusto da Silva e de Maria Augusta da Silva.9 O nome Marina, decorrente de um apelido dado por uma tia, foi acrescentado por ocasião da eleição de 1986, quando os candidatos ainda não podiam usar alcunhas nos nomes oficiais (um processo semelhante ao que aconteceu com Luiz Inácio Lula da Silva).
Durante sua infância e parte de sua adolescência, Marina viveu com sua família em uma palafita chamada Breu Velho, no seringal Bagaço, a 70 km do centro deRio Branco.14 Seus pais tiveram onze filhos, dos quais oito sobreviveram.15 Em 1967, a família deixou o seringal em Bagaço para ir a Manaus abrir uma taberna, mas durou pouco tempo. Cinco meses depois, eles foram a Santa Maria no Pará, onde a situação era ainda pior. Em 1969, a família voltou para o seringal com a passagem paga pelo ex-patrão do pai de Marina. Aos 10 anos, Marina Silva começou a trabalhar no seringal para pagar a dívida que a família contraiu com o patrão.16
Analfabeta, Marina foi matriculada no Mobral, projeto de alfabetização do regime militar, alfabetizando-se aos dezesseis anos.9
Após concluir sua alfabetização, estava apta para seguir com os estudos e já sonhava em uma graduação, optou por fazer vestibular, decidindo cursar História e formando-se em 1984, aos vinte e seis anos, na Universidade Federal do Acre.9
Mais tarde fez especialização em teoria psicanalítica3 na Universidade de Brasília (UnB),4 e outra em psicopedagogia na Universidade Católica de Brasília (UCB).4Marina estava terminando outra especialização em psicopedagogia na Argentina, interrompeu em 2010 pelo motivo de dedicação à campanha eleitoral, porém logo pretende retornar.4
Ao longo de sua trajetória política, Marina envolveu-se em polêmicas políticas e sociais. Defendeu o direito das escolas adventistas de ensinarem o criacionismo - como ela própria esclareceu depois, desde que também se ensinasse a teoria da evolução 77 Segundo ela:
No espaço da fé, a ciência tem todo o acolhimento. Eu gostaria que a fé tivesse o mesmo acolhimento da ciência.

— Marina Silva9

Marina também posicionou-se contra as pesquisas com células-tronco embrionárias, tendo defendido a utilização de células-tronco adultas,78 e contra a descriminalização do aborto,9 embora seja favorável à realização de um plebiscito no Brasil para tratar do tema.79
Disse ser contrária ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, embora tenha se posicionado favorável à união civil 'de bens' entre homossexuais.80 Também diz ser contra a legalização de drogas ilícitas, como a maconha, apesar de também defender uma consulta popular sobre o tema.81 Em 2013, ela se declarou a favor do casamento gay.82
Durante sua campanha em 2010, foi criticada por Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, por sua opinião em relação ao aborto, em defender um plebiscito. Além de Marina, enquanto senadora, ter engavetado o projeto de lei da Câmara nº 16 de 2009, de autoria do deputado federal Filipe Pereira, que obrigaria todas as bibliotecas públicas brasileiras a colocar à disposição um exemplar da Bíblia em seu acervo.83 84
Marina Silva é evangélica há muitos anos, inclusive reconhecida como missionária pela Assembleia de Deus. Mas o que pode ser benéfico para muitos deve ser um empecilho para sua eleição a presidente no ano que vem. Na última eleição ela obteve cerca de 20 milhões de votos pelo Partido Verde (PV). Atualmente tem trabalhado para fundar o partido Rede Sustentabilidade, mas para isso precisa da assinatura de pelo menos 500 mil eleitores.
Seus apoiadores tem usado eventos religiosos como a Marcha para Jesus para colher assinaturas para a fundação da Rede. Contudo, militantes do grupo empenhado na criação da sigla diz que isso pode ser a maior barreira para a candidata.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

as duas portas e os dois caminhos (Extraido)

O PROVÉRBIO POPULAR DIZ:
“Todos os caminhos levam a Deus”.

MAS HÁ UM PROVÉRBIO MUITO SUPERIOR, QUE DIZ:
“Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte” (Provérbios 14:12).

Percebeu que, no início deste provérbio, a palavra “caminho” está no singular, mas no final da frase aparece no plural? Isto não é erro de concordância.

O provérbio sagrado está mostrando que o dito popular deveria ser assim corrigido: “Todos os caminhos do homem levam à morte”. Isto porque os homens costumam julgar como certos os seus próprios “caminhos”, mas, na verdade, toda esta criatividade religiosa, que não veio da Palavra de Deus, ou está em contradição a ela, são caminhos que levam à morte.

Jesus alertou:
“ENTRAI PELA PORTA ESTREITA. PORQUE LARGA É A PORTA E ESPAÇOSO O CAMINHO QUE CONDUZ À PERDIÇÃO, E MUITOS SÃO OS QUE ENTRAM POR ELA” (Mateus 7:13).

Os caminhos criados pela imaginação humana são frequentados pela maioria e levam diretamente a uma porta larga e convidativa, com néons coloridos que acendem e apagam, cartazes chamativos e muitas pessoas que parecem felizes. A porta é muito atraente. Quem fica diante dela imagina que, lá dentro, há muita vida. Mas, todos os que entram pela porta larga, encontram a morte...

“E PORQUE ESTREITA É A PORTA E APERTADO O CAMINHO QUE CONDUZ À VIDA, POUCOS SÃO OS QUE A ENCONTRAM” (Mateus 7:14).

Nenhum atrativo há nesta pequena porta. Parece até tenebrosa. Há nela a sombra de um monte que sugere uma caveira. Seus batentes são banhados de sangue. E, para passar por ela, por ser tão estreita, a pessoa tem que entrar ajoelhada. Poucos são os que se interessam em entrar por ela. Mas, todos os que se esforçam para entrar pela Porta estreita, encontram a Vida!

É UM PARADOXO:
A PORTA QUE PARECE TER VIDA É A DA MORTE.
E A PORTA QUE LEMBRA A MORTE É A DA VIDA!

Cada pessoa é livre para escolher o que quiser. Mas, se a pessoa deseja viver, tem de escolher a porta certa. E para que uma escolha tão séria não ficasse dependente do discernimento de uns poucos iluminados, e para que ninguém corresse o risco de deduzir equivocadamente e escolher a porta errada, e até mesmo para que ninguém dissesse que era difícil escolher a Porta certa diante de tantas opções religiosas, Jesus apontou para Si mesmo e disse:

“EU SOU A PORTA. SE ALGUÉM ENTRAR POR MIM, SALVAR-SE-Á. ENTRARÁ E SAIRÁ, E ACHARÁ PASTAGENS” (João 10:9).

Há algo sublime e inesgotável para se meditar sobre esta declaração de Jesus:

Primeiro: EU SOU (YHVH) é o Santo Nome de Deus! (Êxodo 3:14). Na Sua última noite de vida, Jesus ouviu o discípulo Felipe Lhe pedir em nome de todos: “Senhor, mostra-nos o Pai”. E Jesus respondeu: “HÁ TANTO TEMPO QUE ESTOU CONVOSCO E AINDA NÃO ME CONHECES? Quem me vê a mim, vê o Pai” (João 14:8-10).

Este é o mistério do Filho que é Pai, o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim: como Homem Ele é o Filho de Deus, porque nasceu de mulher, mas no Espírito Ele é o próprio Deus: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30).

Segundo: ELE É A PORTA DE ENTRADA, QUE LIVRA DA MORTE.
3.450 anos atrás, o povo escravizado no Egito só se livrou daquele estado de perdição quando entrou pela Porta do Cordeiro sem defeito e sem mancha, sacrificado à tarde, cujo sangue foi aspergido nos madeiros da porta de cada casa. Salvos da morte e libertos da escravidão, saíram do Egito para os pastos da Terra Prometida, tendo o Bom Pastor à frente do rebanho. No Egito estiveram presentes as figuras do “Cordeiro”, da “Porta” e do “Bom Pastor”, esta magnífica Trindade em um único SENHOR! (Êxodo 11 e 12:1-51).
Tudo aquilo apontava para Jesus, o Cordeiro de Deus, que foi sacrificado à tarde e o Seu sangue, puro, santo e imaculado, banhou o madeiro, “para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a Vida eterna” (João 3:16).

Terceiro: ELE É A PORTA DE SAÍDA. Os que entram através de Jesus se salvam e saem para desfrutar de verdadeira liberdade e fartura. Se você está sem saída, entre por Jesus! O Senhor nunca aprisiona ninguém. Pelo contrário: livra da morte, salva, dá perfeita liberdade e vida de verdade. Além de dizer “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, Ele também disse: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8:32-36).

O Novo Testamento está em concordância total com o Velho. E, no último capítulo do Novo, há uma declaração final muito incisiva, que nos revela três coisas:

“BEM-AVENTURADOS AQUELES QUE LAVAM AS SUAS VESTIDURAS NO SANGUE DO CORDEIRO, PARA QUE TENHAM DIREITO À ÁRVORE DA VIDA, E POSSAM ENTRAR NA CIDADE SANTA PELAS PORTAS” (Apocalipse 22:14).

É claro que todas as religiões pretendem ser o caminho e a porta para levar o Homem até lá. Mas qualquer religião que NÃO PASSE pelo CAMINHO ESTREITO e pela PORTA COM O SANGUE DO CORDEIRO, por mais bem intencionada que seja, não poderá levar ao Pai. Isto porque, se o Ser Humano, pecador, tentar aproximar-se de Deus, SEM JESUS, a Santidade do Eterno consumirá o pecado que está no pecador e, consequentemente, o pecador também será consumido. Só o sangue santo de Jesus nos purifica de todo o pecado porque Ele é o “Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo” (João 1:29).

POR ISSO, ANTES DE QUERER DEUS, VOCÊ PRECISA QUERER JESUS!

Na sequência, “Apokalupsis” – palavra grega que significa “revelação” – diz: “Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os que se prostituem, os homicidas, os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira”. Quem fez esta revelação? João? Não! Foi o próprio Jesus ressuscitado e glorificado. Ele assinou embaixo:

“Eu, JESUS, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas. EU SOU a Raiz e a Geração de Davi, a resplandecente Estrela da manhã.” (Ap 22:15-16)

Com a autoridade de quem é YHVH, Ele diz:

“PORFIAI POR ENTRAR PELA PORTA ESTREITA. Porque eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão” (Lucas 13:23).

“Porfiar” quer dizer: insistir, teimar, lutar, perseverar. Entrar pela Porta estreita requer esforço e dedicação obstinada de cada pessoa.

Não basta reconhecer a sabedoria de Jesus, concordar com Ele, e até chamá-Lo de Mestre e Senhor. Não basta a pessoa ser religiosa com sinceridade, conhecer profundamente as Escrituras e até admirar Jesus. Para entrar no Reino de Deus, o ser humano, sábio ou ignorante, rico ou pobre, de qualquer raça, precisa recebê-Lo nas condições do primeiro mandamento. E reconhecê-Lo como a única Porta para a Salvação.

JESUS É A PORTA PARA A PESSOA ENTRAR NO REINO, MAS A PESSOA TEM DE SER A PORTA PARA O REINO ENTRAR NELA.
E isto, mais uma vez, é condicional: se alguém quiser o Reino tem de abrir a porta para o Rei: “Eis que estou à porta e bato; SE alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo” (Ap 3:20).

A pessoa entra no Reino pela Fé e o Reino permanece na pessoa pela Obediência. E este Reino, tão grande e poderoso, cabe dentro do ser humano: “SE alguém me ama, guardará a minha palavra. E meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada” (João 14:23).

Por onde quer que a pessoa vá, o Reino vai dentro dela. É assim que a pessoa se transforma na Igreja que anda, no Templo Vivo do Espírito Santo! E esta “Igreja que anda” tem de porfiar no Caminho certo. Mas qual é este Caminho? Disse Jesus:

“EU SOU O CAMINHO, a verdade e a vida. E ninguém VEM ao Pai a não ser por mim” (João 14:6).

(Quero fazer mais um comentário aqui: Se Deus e Jesus fossem pessoas diferentes, Jesus teria dito: “Ninguém “vai” ao Pai”. Mas Ele não disse “vai”. Ele disse “vem”. Este VEM do Senhor Jesus é do verbo “vir” e não do verbo “ir”. Se você chama alguém para si, você diz “vem aqui” ou “vai ali”? É claro que você diz “vem aqui”. Entendeu, agora? Jesus disse: “Ninguém VEM ao PAI a não ser por mim”. Quando você recebe Jesus, recebe o Pai na mesma hora. Porque Ele e o Pai são UM).

É INTERESSANTE A CONDICIONALIDADE:

Para o ser humano entrar Nele, o Senhor diz: SE ALGUÉM entrar por mim, salvar-se-á...

E para Ele entrar no ser humano, diz: SE ALGUÉM ABRIR A PORTA, Eu entrarei...

Portanto, fica clara a não obrigatoriedade. Você só entra, e só deixa Ele entrar, SE quiser! Você quer? Faça um esforço contra toda tradição, doutrina e pensamento religioso e ENTRE pela Porta estreita! É só querer!

Para Ele entrar em você, abra a boca e o seu coração, porque é por aí que Ele entra! A Palavra ensina:

“SE, com a tua boca, confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo” (Romanos 10:9).

Em seguida, procure uma comunidade realmente cristã, que prega que Jesus e o Pai são UM; uma comunidade que não explora a fé e nem a ingenuidade das pessoas, onde não haja comércio nem mistificação da fé, e confirme a decisão que você tomou agora. Procure saber quando será o próximo batismo nas águas, e peça para ser batizado. Tome a Santa Ceia do Senhor todos os meses e aguarde a volta de Jesus, que se dará com o arrebatamento dos salvos.
(Leia João 1:12, Mc 11:15-17, Mc 16:16, I Co 11:26, Mt 24:13-42, Jo 14:1-3, I Ts 4:16)

Se você quiser receber GRATUITAMENTE o livro JESUS – A VIDA COMPLETA, passe na Paz e Vida mais próxima de você, em horário de reunião, e peça o seu exemplar. Endereços em www.pazevida.org.br

Você também pode receber GRÁTIS o livro JESUS, em formato PDF, com 318 páginas e Dicionário Teológico, no seu computador: envie e-mail para jesus@pregadoresdotelhado.org.br e o arquivo completo será enviado automaticamente para a sua caixa de entrada.

Um grande abraço e fique firme com Deus! (Mateus 24:13)

Juanribe Pagliarin

*Teólogo, Advogado, Publicitário, Autor, Juanribe Pagliarin é fundador e presidente da Comunidade Cristã Paz e Vida e do Ministério Pregadores do Telhado

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Por que celebrar datas comemorativas?

Segue, abaixo um escrito de boletim de uma igreja ao qual já fui membro e que neste domingo dia dos pais eu fui levado pelo Espirito de Deus a visitar. O culto foi lindo com pessoas simpaticas que muito bem me receberam, mas, o que me deixou triste foi hoje, ao ver o que estava escrito nesse boletim sobre o dia dos pais. "Porque do dia dos pais?", como se vê o autor ressaltou o lado ruim do dia, sua possivel origem pagã, e o lado comercial do mesmo.
Em primeiro lugar, vou ressaltar não apenas o dia dos pais, mas sim todas as datas festivas, que existe atualmente um demonio infiltrado nas igrejas, que incorpora os pastores a ir contra todo o tipo de festividade, o que eu acho um absurdo, assim como tambem nao concordo que o culto todo seja em homenagem ao dia. A meu ver tem que se haver um bom censo, uma homenagem aos homenageados do dia, mas o restante do culto tem que ser ao Deus todo poderoso, ao Senhor e salvador Jesus.
Como o autor bem coloca, o dia foi feito pela filha cristã que ao ver que as mães tinham sua data festiva, decidiu criar uma para seu pai, um veterano de guerra, em um periodo tão dificil para os americanos, acabou de sair de uma guerra civil e logo entraria em outras duas grandes guerras mundiais, havia necessidade de algo que pudesse tirar o amagor das mortes, algo que pudesse dar aquele e outros pais uma alegria, algo que os fizesse esquecer o horror que vivenciaram, afinal de contas, amigos foram mortos a seu lado, eles precisavam saber que havia valido a pena, que nao era em vão a luta deles do dia a dia. Aquela filha foi usada por Deus para instituir uma data tao bela assim.
Deus é Deus de festas, foi Deus quem mais incentivou o povo a celebrar, foi ele quem criou a pascoa, ao tirar o povo de israel do Egito, foi ele quem criou o natal ao trazer seu unico filho ao mundo, foi ele quem fez os pais e as maes, logo, é digno que nós filhos, festejamos essa data, mesmo quem nao tem pai ou mae, que é o meu caso, mais gosto de lembrar deles, e alem disso, eu pretendo ser pai, e tenho um sogro, nao posso tirar de minha esposa e minha enteada essa alegria.
Creio que quem é contra essas datas são pessoas de um coração duro, pão duras, e egoistas, que ainda nao compreenderam o significado de ser cristão:
"Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram;"
Romanos 12:15
Fiquem na paz do Senhor Jesus.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A ARCA DA UNIVERSAL E SUA IDOLATRIA

crentes, não se enganem, acabei de ver na tv o pastor da Universal dizer que a arca é Deus, e o que nao resolveu o clamor dos 318, ou mesmo dele, agora seria o proprio Deus que estaria na briga por seus problemas, pois quando a arca entrar e você a tocar, o milagre vai acontecer. Isso pra mim tem outro nome: IDOLATRIA.
1) A arca esta no céu:
"E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva."

Apocalipse 11:19
2) Deus ordena que não fosse feita outra arca, nem dela se lembrasse, acho que muito menos adorá-la como estão fazendo os pastores e bispos da universal
"Convertei-vos, ó filhos rebeldes, diz o Senhor; pois eu vos desposei; e vos tomarei, a um de uma cidade, e a dois de uma família; e vos levarei a Sião.
E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência.
E sucederá que, quando vos multiplicardes e frutificardes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, nunca mais se dirá: A arca da aliança do Senhor, nem lhes virá ao coração; nem dela se lembrarão, nem a visitarão; nem se fará outra."

Jeremias 3:14-16
Se você é membro da universal, não fique triste, saia de lá e procure uma igreja que ainda obedeça a Deus e o sirva lá, existem muitas boas igrejas e muitos bons pastores, ore a Deus e ele vai te responder, só lembrando, o meu problema não é com os membros da universal, e sim contra a idolatria que adentrou nessa igreja:
"Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
Não terás outros deuses diante de mim.
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos."

Êxodo 20:1-6

sexta-feira, 13 de junho de 2014

cristãos ou judeus, somos todos protestantes

A religião cristã e até mesmo a judaica, tem sua origem no protesto, que, segundo o dicionário é insurgir-se contra alguma coisa; reclamar; dar demonstração de repulsa ou se revoltar contra alguma coisa. Na literatura judaica vemos Noé se revoltando contra a sociedade da época e através da obediência a Deus construiu uma arca e foi o único sobrevivente junto com sua família de uma terrível catástrofe. No Egito, Moiseis se revoltou ao ver seu povo sendo humilhado e mal tratado por aqueles que os governavam e começou o maior protesto já feito ate então, e retirou milhares de judeus do Egito rumo a Canaan. Jesus, não se importou de deixar o posto de Deus, veio a terra como homem e em forma de protesto pregou contra as heresias de sua época e encarou a cruz, finalizando seu protesto com a ascensão aos céus. Lutero, após ver sua igreja corrompida por ladroes que se diziam santos padres, herdeiros do trono de São Pedro, roubavam de todo o jeito o povo, tudo para construir a cidade do vaticano.
Hoje, não é diferente, houve promessas que não foram cumpridas, disseram que ao haver a copa no Brasil, haveriam mudanças no transporte, educação, saneamento básico e saúde do pais, mas pouco foi feito nessas áreas e o povo, pena que uma pequena parcela, foi as ruas, mesmo em dia de jogo do Brasil e protestaram contra essa corja de ladroes, que gastaram milhões construindo e restaurando estádios, mas sabemos que grande parte desse dinheiro foi diretamente desviado para o bolso deles, e suas contas espalhadas pelos paraísos fiscais.
Como cristão, sou protestante também, não fui as ruas, mas não concordo com o que esse governo tem feito, e, o pior de tudo é que não adianta muito as eleições, pois o problema não é quem esta sentado em brasilia, e sim o sistema, que é corrupto. Não sou contrario a copa ou as olimpiadas, creio que é bom para o pais, gera emprego e ajuda no turismo e no comercio, mas o problema são os nossos próprios políticos, que prometem muito e na hora de executar, não fazem nada.
Que Deus toque o coração de todos e os faça realmente cair em si de que não existe outro meio de se ter um pais de primeiro mundo que não seja o de ter o Deus de primeiro mundo como Senhor, pois feliz é a nação cujo Deus é o Senhor, sou a favor não de uma democracia, pois muitas vezes o povo toma decisões erradas, impulsionado por poderosos que manipulam o povo para seus próprios interesses, não se esqueça que foi através de uma votação que o rei dos reis foi crucificado. Sou antes a favor da monarquia, onde o rei e Senhor Jesus seja quem realmente governe, mas como ainda não estamos na nova Jerusalém, ao menos elegemos homens ou mulheres tementes a Deus, que reconheçam em Jesus a verdadeira autoridade, e tomem todas as decisões após um longo período de oração e meditação, ao qual o Espirito Santo diga o que é melhor para a nação. E que Deus abençoe a America do Sul, em especial o nosso gigante Brasil.

terça-feira, 25 de março de 2014

O sexo das crianças

A comunidade europeia anda querendo discutir se é certo tratar uma criança quando pequena de menino ou menina. Esse debate vem da ideia de que construímos sujeitos socialmente. Mas, fato é que existem gays e lesbicas, e eles tem o direito de viver como todo o mundo, mas isso não da o direito aos teóricos autoritários começarem a legislar sobre a sexualidade de um monte de crianças. Se essa lei pegar, o numero de crianças com problema de identidade sera enorme. Precisamos de Jesus.
http://www1.folha.uol.com.br/colunas/luizfelipeponde/2014/03/1429951-putin-contra-o-sexo-dos-anjos.shtml

sábado, 1 de março de 2014

Naldo grava primeira canção e clip gospel, após sua conversão a Cristo

Segundo matéria publicada no site do ‘Extra’, Naldo Benny está dando o primeiro passo como cantor gospel. Ele gravou nesta quinta-feira (27) uma música com o cantor evangélico Thalles Roberto, que veio de Minas Gerais para o Rio só para tocar o projeto. Os dois gravaram uma música em estúdio e também um clipe de uma canção que compuseram juntos, na semana passada, quando Naldo esteve visitando o amigo em sua terra natal.
Saiba mais: Fotos: Moranguinho confirma interesse de Naldo por carreira gospel
“A letra da música fala de uma mudança de vida, contando a história de um homem que passou a vida no caminho errado e que acaba encontrando o caminho de Deus. É muito mais que uma canção gospel. É uma canção que tem uma mensagem de fé, paz e de Deus”, diz Doninha, empresário de Thalles.
O convite para o projeto partiu de Thalles, que já tinha começado a escrever a letra da canção quando conheceu o funkeiro. “Naldo ficou encantando, ajudou a escrever o restante da letra e logo quis gravar. Ele está cada vez mais inclinado para o lado gospel”, acredita Doninha.
Antes de entrarem no estúdio, Thalles posou com Naldo e suas respectivas mulheres durante o café da manhã na casa do funkeiro, na manhã desta quinta-feira.
Naldo e Thalles se conheceram durante um show do cantor gospel, no Rio, há cerca de um mês. A amizade foi tão forte que o funkeiro foi até Minas, na semana passada, acompanhado da mulher. Lá, Naldo foi apresentado ao pastor Job Roberto, muito conhecido na região e pai de Thalles. Ele fez uma oração pelo cantor. O momento da conversão de Naldo foi registrado em vídeo por Thalles.
Em uma rede social o cantor Thalles postou um comentário, durante a gravação com Naldo no Rio de Janeiro, sobre o momento que eles estão vivendo e da amizade que Deus está selando. Confira na íntegra
“THALLES, mas você não pode fazer isso, o povo não vai entender; isso pode atrapalhar o seu sucesso com o público gospel” Kkkkkkkkkk ALELUIA! Minha resposta? Eu fiz… Fiz debaixo da ordem daquele que me chamou… Meu compromisso é com ELE! Se eu tiver que ficar sem o meu sucesso pra ver @naldobenny cheio do Espírito Santo , estou disposto! Estou semeando meu sucesso e com alegria! ALELUIA! Não fui chamado para o sucesso, fui chamado pra confundir! João, o BATISTA TEVE SUA cabeça cortada porque manteve a palavra profética e a sua visão Minha cabeça está na roda, que alegria! Por você @naldobenny Pelo amor que sinto pela sua vida Negão! Nenhum de nois 2 forçou nada e aconteceu! Vc está no #processo da volta e ver você falando das coisas do Espírito Santo me faz flutuar! Ver vc chorando e se derramando de joelhos diante #Dos3 parece um sonho! Deus nos uniu pra trazer você de volta, Deus nos uniu pra que juntos escrevêssemos uma das canções mais lindas e verdadeiras que esse mundo já ouviu! Eu tenho certeza que você será um grande profeta nessa nação e em todas as nações, e o Brasil saberá que existe um DEUS que pode TUDO! Valeu TODAS as pedradas q tomei em 2013, todas, cada uma delas e eu tomaria tudo de novo! Ter a honra de ser referência de homem de Deus é a alegria desse neguinho servo! Se eu tiver vindo até aqui só pra te aproximar do altar já valeu a pena! Vc é pescador de Homens! Vc não é Funkeiro, VC É #DOS3 ESSA CANÇÃO E ESSE CLIPE vão balançar a nação debaixo do poder da GLÓRIA DE DEUS! EU TE AMO IRMÃO EM CRISTO!
http://www.novaagenciagospel.com.br/naldo-grava-primeira-cancao-e-clip-gospel-apos-sua-conversao-a-cristo/

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Exercendo o cristianismo no casamento, por Daniela Louback Porto

Um dia, por algum motivo, que uns chamam de coincidência do destino, mas prefiro chamar de providência divina, Deus une um casal. Chama um homem e uma mulher para constituírem uma família. E Ele, na sua imensa sabedoria diz assim: “Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne” (Gn 2:24). Ambos, até então, viviam para o seu próprio umbigo. Mas agora, nessa nova empreitada, vivem um para satisfazer o outro. No começo, tudo são flores, gozo e alegria. Mas com o passar dos dias, meses e anos, aquilo que era engraçado ou bonitinho começa a incomodar. Mas, por quê? Será que a escolha do cônjuge foi feita de forma errada? Será que Deus não escolheu a pessoa certa? Será? Será? Será?

O homem foi chamado para amar a sua esposa: “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” (Ef 5:25). Deus não disse para o homem entender a mulher, nem para fazer o que ela manda. Deus mandou ao homem que amasse a esposa como Cristo amou a Igreja. Ele mandou ao homem exercer primeiro na sua casa e com sua esposa o amor ao próximo, mesmo que existam brigas e desavenças, mesmo em meio às diferenças e dificuldades. Você marido tem amado a sua esposa da forma como Deus mandou que você amasse? Ele simplesmente mandou que você amasse. Se você planta amor, você vai colher amor!

E o que cabe à esposa? A Palavra de Deus diz que: “Toda mulher sábia edifica [levantar (uma construção) a partir do solo, segundo um plano estabelecido e por meio da superposição e combinação de materiais apropriados] a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos” (Pv 14:1). As mulheres sabem que, com jeitinho, conseguem tudo de seus maridos. E, é por isso, que Deus disse em sua Palavra que se ela for sábia, ela edificará a sua casa. Perceba, mulher, quão grande é a sua responsabilidade! Mas se você for tola e rixosa, a ruína será o futuro do seu lar, tão sonhado e desejado por você. E você mulher, tem pedido a Deus sabedoria para edificar o seu casamento? Você tem sido sábia ou tola? Você tem construído a sua casa, levantado tijolo após tijolo, ou você, por qualquer motivo, derruba uma parede, desfaz o alicerce ou até condena a sua construção? Deus te chamou para ser sábia. Você tem plantado com sabedoria?

A Palavra também nos diz que: “O marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo Ele próprio o Salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos” (Ef 5:23). De acordo com esse texto, Cristo precisa fazer parte da união que consolida o casamento. Ele é a cabeça que guia toda Igreja. Ele é a primeira pessoa dos nossos casamentos, ou deveria ser. Ele tem sido a primeira pessoa do seu casamento? É a Ele que você recorre quando vê que as tempestades da vida estão levando o seu casamento à deriva? É com Ele que você firmou o primeiro compromisso na vida de casado, de amar e respeitar seu cônjuge todos os dias em que você viver? Se foi com Ele que você firmou este primeiro compromisso, e em segundo lugar com seu cônjuge, você está no caminho certo.

Então, quer dizer que se eu for sábia, se meu marido me amar e se Jesus for a primeira pessoa do nosso casamento, será tudo perfeito? É claro que não. Existe mais uma questão: o príncipe deste mundo veio para “senão a roubar, a matar, e a destruir” (Jo 10:10). Você tem dado brechas para o Inimigo? Você tem lido a Palavra de Deus com o seu cônjuge? Vocês têm orado juntos? Você abençoa o seu lar com palavras de bênção? Vocês vão cultuar a Deus juntos na Igreja? Vocês tem levado Jesus para dentro do seu lar? Vocês têm sido exemplos para os seus filhos de um casamento bem sucedido? Vocês tem exercido o amor ao próximo dentro da sua casa, um com o outro? Vocês são cristãos dentro de casa? Vocês realmente são convertidos?

O primeiro lugar para exercemos o nosso cristianismo e o nosso chamado é dentro das nossas casas, o lugar mais difícil de ser cristão. Mas é lá que o inimigo vai tentar fazer sucumbir todos os projetos, sonhos e tudo que os anos de casamento bem sucedidos levantaram. É na nossa casa que ele vai querer implantar a discórdia, a desavença, o desinteresse um pelo outro, a falta de amor e carinho, a indisponibilidade em ajudar, a frieza no casamento e, por fim, separação do casal.

Viva o amor com o seu cônjuge como o amor ensinado por Paulo em I Co 13. Seja você marido, o pastor da sua esposa. Seja você esposa, a conselheira do seu marido. Busquem do Senhor o sustento para o seu casamento. Firmem a sua casa na Rocha que é Jesus Cristo. Seja um cristão de verdade, genuíno, dentro da sua casa. Comece lá a exercer o amor ao próximo. Cumpra primeiro lá o que Deus te ensina em toda a Sua Palavra. Ore com seu cônjuge. Ore pelo seu cônjuge. Andem em concordância. Sejam amigos e cúmplices para o bem, na direção da Palavra de Deus. Homem e mulher vivam a plenitude do casamento que Deus quer para vocês.



Daniela Louback Porto

Ministra de Ensino do Curso de Teologia do Pr. Juanribe Pagliarin

http://www.pazevida.org.br/estudos/2657-exercendo-o-cristianismo-no-casamento.html

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Podem os mortos se comunicar com os vivos?, Artigo do Pastor e teologo JUANRIBE PAGLIARIN

Um casal de Porto Alegre, ainda muito apaixonado, resolveu comemorar as Bodas de Prata na mesma pousada no litoral do Ceará onde, 25 anos antes, havia passado a lua-de-mel. Porém a esposa, por motivo de trabalho, não poderia ir no mesmo dia que o marido. Mas combinaram que ele a buscaria no aeroporto de Fortaleza, na sexta feira. Despediram-se com um longo beijo no Aeroporto Salgado Filho e o esposo embarcou rumo ao Ceará, prometendo à esposa que prepararia tudo para a sua chegada.

No Aeroporto de Fortaleza, o marido alugou um carro e seguiu para aquela distante e romântica pousada, na praia da Lagoinha. Mas, ao chegar, teve uma agradável surpresa: a antes rústica pousada estava agora toda modernizada. Tinha até internet! O marido pediu que colocassem todas as suas malas no quarto do chalezinho e riu de si mesmo, com todas aquelas roupas de frio que havia trazido. "Como está quente aqui", pensou.

Ansioso, foi para o computador, e enviou um e-mail para a esposa. Mas, na hora de digitar, trocou uma letrinha e o
seu e-mail, ao invés de ir para a esposa, foi para uma viúva que voltava do cemitério, após sepultar o seu marido. Quando a viúva leu o e-mail, desmaiou. O filho a acudiu depressa e ela, voltando aos pouquinhos, balbuciou, quase sem ar, e com os olhos arregalados de medo: “meu e-mail... meu e-mail.”
O filho olhou para a tela do computador e leu:

“Minha querida: cheguei bem! Talvez você esteja estranhando eu te mandar um e-mail. É que instalaram computadores aqui também e agora podemos nos comunicar com as pessoas queridas em qualquer lugar do mundo. Já verifiquei tudo pessoalmente e a sua chegada está confirmada para esta sexta-feira, às 3 horas da tarde. A viagem é rápida, porque é sem escalas. Você vai ter uma grande surpresa quando chegar aqui. Não vejo a hora de revê-la e ficarmos juntos outra vez!
Saudades e beijos do seu eterno marido. P.s.: Venha com pouca roupa, porque aqui faz um calor infernal”.

Risos à parte, viu como é fácil as pessoas fantasiarem e terem medo de coisas que não existem? Mas as principais perguntas que nós queremos ver respondidas são:

1- Podem os mortos se comunicar com os vivos?
2- Podem os vivos se comunicar com os mortos?
3- Podem os espíritos dos que morreram estar entre nós?
4- Podem os mortos ajudar os vivos?
5- Podem os vivos ajudar os mortos?
6- A pessoa, depois que morre, fica dormindo ou consciente?
7- Haverá Juízo Final?

Sei que as respostas de leigos e religiosos se dividirão, mas todos nós, independentemente de religião, gostaríamos de uma resposta segura, com base, autoridade e credibilidade. Precisamos de uma pessoa que já foi até lá e voltou. Uma pessoa que conheça intimamente o corpo, a alma e o espírito humano. Uma pessoa íntegra e verdadeira, que nunca mentiu e jamais mentirá.

E todas as vertentes religiosas, sejam católicas, protestantes, kardecistas e muçulmanas reconhecem Jesus como tal. Por isso, convido você a analisar, sem paixões e com racionalidade, o que Ele disse a esse respeito, pois, sem dúvida nenhuma, é a pessoa mais confiável que se tem notícia. Depois disso, tire as suas próprias conclusões. Eis o que Jesus contou:

“Ora, havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e todos os dias se regalava esplendidamente.
Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele. E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico. E os próprios cães vinham lamber-lhe as úlceras.
Veio a morrer o mendigo e foi levado pelos Anjos para o seio de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado.
No Hades, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão e a Lázaro no seu seio. E, clamando, disse:
Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e envia-me Lázaro, para que molhe na água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que em tua vida recebeste os teus bens, e Lázaro, de igual modo, os males. Agora, porém, ele aqui é consolado e tu atormentado. E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem os de lá passar para nós.
Disse ele então: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai. Porque tenho cinco irmãos, para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham eles também para este lugar de tormento.
Disse-lhe Abraão: Eles têm Moisés e os profetas. Ouçam-nos.
Respondeu ele: Não, pai Abraão; mas, se alguém dentre os mortos for ter com eles, hão de se arrepender.
Abraão, porém, lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.” (Lucas 16:19-31)

Segundo diversos eruditos e teólogos, este caso contado por Jesus não é uma parábola e, sim, a narração de um fato real. Argumentam como prova disso que, em nenhuma de suas inúmeras parábolas, Jesus citou lugares específicos e personagens reais, com nomes definidos, como o fez aqui.

Então, gostaria de destrinchar com você, frase por frase, este caso contado por Jesus:

VEIO A MORRER O MENDIGO E FOI LEVADO PELOS ANJOS... MORREU TAMBÉM O RICO E FOI SEPULTADO
Ao contar esta história, Jesus mostrou que todos os seres humanos, ricos ou pobres, cultos ou ignorantes, sábios ou tolos, honrados ou desonrados, poderosos ou humildes, famosos ou anônimos, crentes ou ateus, todos passarão pelo mesmo Vale da Sombra da Morte. (Salmo 23:4)

NO HADES, ERGUEU OS OLHOS, ESTANDO EM TORMENTOS
Jesus mencionou aqui dois destinos: o Paraíso e o Hades. Portanto, quando uma pessoa morre, é levada para um deles.

O Hades é o lugar de tormento para onde vão os ímpios e todos os que se esquecem de Deus: “Os ímpios irão para o Seol, sim, todas as gentes que se esquecem de Deus” (Salmo 9:17). Seol é a palavra hebraica equivalente à grega Hades.

O Paraíso é um lugar de delícias e descanso, para onde vão os justificados, no mesmo dia em que morrem. Ao ladrão arrependido que morria ao seu lado, Jesus prometeu: “Ainda hoje estarás comigo no Paraíso.” (Lc 23:43)

Portanto, nenhum espírito de defunto ficará dormindo até o Juízo ou perambulando aqui na Terra.

Tanto o Paraíso como o Hades são lugares provisórios, onde os espíritos aguardam o Dia do Juízo Final.

Jesus não disse que o rico foi para o Hades só porque era rico. Afinal, o pai Abraão foi um dos homens mais ricos da Terra e o seu espírito está no Paraíso. Tampouco disse que o rico foi para o Hades porque era corrupto, ladrão ou pecador. Aquele rico foi para o Hades porque se esqueceu que tinha recebido de Deus todos os bens e, como mordomo, deveria administrá-los com prudência, responsabilidade e sagacidade, compartilhando-os com os necessitados. No entanto, egoística e injustamente, apoderou-se das riquezas alheias, pertencentes a Deus, e as gastou só para si. Relembrando as palavras de Jesus: “Se, pois, nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras? E se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso?” (Lc 16:11-12).

E por que o mendigo Lázaro foi para o Paraíso? Só por que era pobre? Ora, o Hades tem muito mais pobres do que ricos! Lázaro foi para o Paraíso porque também era mordomo e administrava com fidelidade o pouco que tinha recebido. Como sabemos disso? Pelo detalhe dos cães que vinham lamber-lhe as chagas: nenhum cão de rua faria amizade com um mendigo se não recebesse amor e carinho. E Lázaro ainda dividia com cães famélicos as poucas migalhas que conseguia.

ALÉM DISSO, ESTÁ POSTO UM GRANDE ABISMO ENTRE NÓS E VÓS
O Abismo também é um lugar temporário, habitado por espíritos caídos, lançados ali por Deus, após a rebelião no céu. Satanás e os anjos desobedientes, após a queda, tornaram-se espíritos imundos (Is 14:9,11-15, Ez 28:16). O Abismo é um local extremamente desgastante e cansativo até para um espírito e, por isso, temido pelos demônios (Mt 12:43, Lc 8:31). Com o tempo, os espíritos rebeldes aprenderam a sair dali, ainda que com muito custo (Mt 12:44). Durante o governo de Cristo na terra, Satanás será enjaulado e lançado no Abismo por mil anos (Ap 20:1-3). Após o Juízo Final, o diabo e os seus anjos serão lançados no Lago de Fogo e Enxofre (Ap 20:10), morada definitiva dos demônios.

DE SORTE QUE OS QUE QUISESSEM PASSAR DAQUI PARA VÓS NÃO PODERIAM, NEM OS DE LÁ PASSAR PARA NÓS
O Abismo, que separa o Hades do Paraíso, é intransponível. Jesus garantiu que os mortos não podem sair do Hades e passar para o Paraíso ainda que quisessem, por causa do Grande Abismo que separa os dois lugares. Qualquer afirmação que permite a transmigração entre estes dois lugares é totalmente contrária à revelação dada por Jesus. Somente o desconhecimento do Evangelho é que permite que suposições como estas prosperem. A História da Literatura Inglesa registra que, no ano de 1513, o papa Leão X, precisando de recursos para reformar a Igreja de São Pedro, mandou preparar cofres com as seguintes inscrições: “Ao som de cada moeda que cair neste cofre, uma alma desprega do purgatório e voa para o Paraíso”. Os coletores, transportando os cofres por toda a parte, apregoavam: “Quando a moeda cair no cofre tilintando, a alma do purgatório sairá voando”. Este expediente ajudou na captação de recursos, mas não teve qualquer utilidade para os mortos.

ROGO-TE, POIS, Ó PAI, QUE O MANDES À CASA DE MEU PAI
Quando o rico se deu conta de que não poderia receber ajuda para si mesmo e sair daquele lugar de tormentos, lembrou-se, com pesar, da casa de seu pai e dos cinco irmãos que ainda estavam na Terra. Então, rogou por eles a Abraão, para que fizesse Lázaro voltar e os avisasse para mudarem de vida já que, se continuassem vivendo daquela maneira, iriam terminar no mesmo lugar de tormento.

PORQUE TENHO CINCO IRMÃOS
Os mortos continuam tendo memória e se lembram de todos os seus familiares e amigos aqui na Terra. Como se constata pela resposta de Abraão, pedidos feitos pelos mortos em benefício de parentes vivos não são atendidos. Do mesmo modo, orar aqui na Terra para pedir ajuda às pessoas que já morreram, ainda que tenham sido tão exemplares e grandiosas como Abraão, não produz qualquer resultado. A Palavra de Deus diz: “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? Acaso a favor dos vivos se consultará os mortos?” (Is 8:19). Os mortos não podem ajudar a si mesmos, muito menos aos que estão vivos.

ELES TÊM MOISÉS E OS PROFETAS: OUÇAM-NOS
Refere-se Abraão ao Antigo Testamento, já consolidado na época de Jesus, tal e qual o temos hoje. Conforme este relato, tudo o que os vivos podem receber como orientação e ajuda está na Palavra de Deus. Hoje, somos mais privilegiados ainda porque temos o próprio Senhor Jesus para nos orientar. A carta aos Hebreus diz: “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu Herdeiro de todas as coisas, por quem fez também o Mundo, sendo Ele o resplendor da Sua glória e a expressa Imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela Palavra do Seu Poder, havendo Ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas” (Hb 1:1-3).

TAMPOUCO OUVIRÃO, AINDA QUE RESSUSCITE ALGUÉM DENTRE OS MORTOS
Não sendo possível aos mortos se comunicarem com os vivos (porque senão o próprio espírito do rico o teria feito), ele pede ao pai Abraão que mande Lázaro alertar seus irmãos na Terra.
O pai Abraão disse que, se eles não acreditam na Palavra, também não acreditarão ainda “que ressuscite alguém dentre os mortos”. Note que a única possibilidade de um morto vir a este mundo é através da ressurreição. Para os que ensinam que isto é impossível, temos no Evangelho a ressurreição de três mortos e a própria ressurreição do Senhor Jesus. Um morto ressuscitar é possível. Impossível é um morto falar do além com os vivos aqui na Terra. A previsão de que muitas pessoas não acreditariam nem se alguém ressuscitasse dos mortos se confirmou de maneira trágica nas últimas semanas de vida de Jesus, quando Ele ressuscitou outro Lázaro, que estava morto há quatro dias (Jo 12:9-10). Aliás, não creram nem mesmo depois da ressurreição do próprio Senhor Jesus (Jo 20:25-29). Esta profecia se confirma até aos dias de hoje, quando vemos que muitas pessoas não creem na ressurreição de Lázaro, dizendo que ele teve catalepsia, preferindo acreditar na palavra de outros espíritos ao invés de acreditarem no Espírito de Deus e nas testemunhas da época (Jo 11 e 12:9)

As pessoas, costumes e culturas mudam com o tempo e o lugar. Mas Deus não. “Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente” (Hb 13:8). Deus não é volúvel, tendo uma opinião diferente para cada época e público. O que Ele disse sobre consultar espíritos e os mortos continua valendo: “Entre ti não se achará quem consulte um espírito adivinhante, nem quem consulte os mortos, pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR, teu Deus; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, as lança fora de diante de ti. Perfeito serás, como o SENHOR, teu Deus.” (Deuteronômio 18:11-13)

O único morto que você e eu podemos consultar é Jesus, porque Ele, sendo morto, ressuscitou e está vivo pelos séculos dos séculos! Ele apareceu glorificado para João, na Ilha de Patmos, e disse: “Não temas; Eu sou o Primeiro e o Último; e o que vive; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém! E tenho as chaves da morte e do inferno.” (Ap 1:18)

O Primeiro foi o Último a falar. Qualquer outro que veio falando depois não tem credencial para tanto, especialmente se as suas falas são conflitantes com as de Jesus.

Os descendentes de Abraão têm Moisés e os Profetas. Você tem tudo isto e ainda Jesus, porque Ele mesmo é a Palavra: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no Princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” (João 1:11-3, Ex 3:14, Pv 8:26-30, Cl 1:16, Gn 1:26)

Os espíritos podem se manifestar através de médiuns e contradizer tudo isto. Mas se contrariam o Espírito de Deus e a Palavra do Senhor Jesus, das duas, uma: ou Jesus mente ou os espíritos mentem. Quem você acha que fala a verdade? Em quem você prefere acreditar? Jesus disse que Satanás é o pai da mentira e assassino desde o princípio. Nele não há verdade alguma. Ele mente e juntamente com seus espíritos malignos fazem-se passar por pessoas falecidas. Aproveitam-se da fragilidade dos que sofrem saudades de seus entes queridos e, sem qualquer compaixão, fazem-se passar por espíritos familiares. Qual é o pai ou a mãe que não se enternece em ouvir na boca de um médium que o espírito que fala é de um filho ou uma filha que já se foi? Dão detalhes surpreendentes de pessoas queridas que morreram em acidentes, o que não é nenhuma maravilha, porque estes espíritos são testemunhas invisíveis dos fatos ocorridos. Estes maus espíritos estão em famílias há gerações e não têm nenhuma dificuldade em relatar os passados de parentes que morreram. Não acredite nestes espíritos. Acredite em Jesus: os mortos não podem se comunicar com os vivos, nem os vivos com os mortos. A Palavra de Deus diz que o ser humano é pó e ao pó voltará. E que aos seres humanos está ordenado morrerem uma única vez, vindo depois disso o Juízo (Gn 3:19, Hb 9:27). Caso a pessoa pudesse ter várias vidas, com corpos diferentes, ora de homem, ora de mulher, com qual deles compareceria ao Juízo? São teses ilógicas e sem fundamento, que não resistem ao mais simples dos raciocínios. Somente por teimosia religiosa ou interesse pessoal é que uma pessoa defende o contrário. Os doutrinadores kardecistas costumam colocar dúvidas sobre a inspiração das Escrituras pelo Espírito Santo, dizendo que são livros escritos por homens, mas fazem seus seguidores acreditarem em escritos de homens inspirados por espíritos...

Segundo o Livro do Espírito de Deus, quando chegar o Dia do Juízo, os corpos dos falecidos, que jazem no pó na terra ou nas águas dos mares, ressuscitarão para se juntarem aos seus espíritos vivos, estejam no Hades ou no Paraíso, e se apresentarão unidos diante do Grande Trono (Mt 10:28, Mt 25:31, Ap 20:11-15). Após o Juízo, receberão seus destinos definitivos: ou o Lago de Fogo e enxofre – “que é a segunda morte” (Ap 20:14-15) – ou a Vida Eterna, na presença de “Deus e do Cordeiro” (Ap 21 e 22). É claro que Deus não deseja a segunda morte de ninguém. Por isso deu o seu Filho unigênito em remissão por todos (Mt 26:26). Todos os dicionários ensinam: Remissão – perdão gracioso de uma dívida. Todo pecador é devedor. E todo pecador, se quiser, pode ser salvo graciosamente, sem merecer (Ef 2:8-9). Jesus pagou a minha e a sua dívida com a própria vida. (Is 53:10, Mt 20:28 e Mc 10:45)

A escolha que os vivos fazem aqui e agora, e o modo como vivem, é que vai determinar em que lugar eles esperarão o Juízo. “No tempo aceitável te escutei e no dia da salvação te socorri. Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o Dia da Salvação.” (I Co 6:2)

Sei que muitos dirão que o rei Saul invocou o espírito de Samuel, numa seção espírita. Por isso, quero que você vá no site: www.pazevida.org.br, na seção CONTEÚDOS e clique em MENSAGENS. Na relação, procure: “Saul consulta uma médium”. Ouça a mensagem e tire suas conclusões.

Os sinais operados por Jesus, bem como a Sua própria vida e ressurreição, são credenciais únicas para que você acredite Nele. O apóstolo João, discípulo que acompanhou Jesus do primeiro ao último dia, declarou que o Senhor fez muitas outras coisas na presença de Seus discípulos, mas que, devido ao grande volume de maravilhas, nem todos os livros da época bastariam para relatá-las. Escreveu ele:

“Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, TENHAIS VIDA EM SEU NOME.” (Jo 20:31).

As pessoas sem Jesus parecem vivas, mas estão mortas. Ao jovem que recebeu a ordem de segui-Lo, mas queria antes sepultar o pai, Jesus disse: “Deixa os mortos sepultar os seus próprios mortos. Tu, porém, vai e anuncia o Reino de Deus.” (Lc 9:60)

Crer em Jesus e nas Suas Palavras é passar da Morte para a Vida: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha Palavra e crê Naquele que me enviou tem a Vida Eterna e não entra em Juízo, mas já passou da morte para a Vida.” (Jo 5:24)

Experimente agora este milagre: receba-O como seu Único, Suficiente, Exclusivo e Eterno Salvador e o seu nome será escrito no Livro da Vida. Nunca mais você morrerá e nem entrará em condenação. (Ap 20:15)

Procure uma comunidade verdadeiramente cristã, que não explora a fé nem a ingenuidade das pessoas, e confirme publicamente a decisão que você tomou agora. Batize-se nas águas, tome regularmente a Santa Ceia e persevere até o fim (Mc 16:16, Mt 24:13, Mt 26:26).

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Jesus é Deus?

Artigo de Juanribe Pagliarin

Dois mil anos se passaram e a sua vida continua sendo um enigma perturbador para toda a humanidade. As pessoas que viveram no seu tempo, com inquietação, queriam saber: “Quem és tu?”.
Sacerdotes lhe exigiam a resposta: “Tu és o Cristo?”.
Pilatos arriscou um palpite: “Tu és rei?”
(Jo 8:25, Mc 14:61, Jo 18:37)

Hoje – como naquela época – especula-se muito sobre a sua pessoa. A questão que perdura por gerações, entre todos os povos, é: QUEM ele realmente era?

UM ENGANADOR? UM REVOLUCIONÁRIO? UM LOUCO SINCERO? UM PROFETA? UMA DIVINDADE? OU O PRÓPRIO DEUS?

Em vida, Jesus proferiu palavras de amor e perdão que ouvidos humanos jamais haviam escutado. Não apenas seus discursos arrebatavam multidões, que o ouviam com prazer, como toda a sua vida foi a personificação do amor de Deus: Amaldiçoado pelos homens, não os amaldiçoava. Perseguido, não perseguia. Xingado, não retribuía mal com mal. Espancado e torturado ao extremo, perdoava. Nunca houve e jamais haverá alguém que amasse como ele amou (Mc 2:17, 10:21,45, Lc 19:1-10, Jo 3:16).

Um revolucionário e visionário? Sim! Seus discursos, parábolas, ensinamentos e previsões atravessaram os séculos e revolucionaram não apenas pessoas, mas países inteiros.

Um louco sincero até poderia até dizer palavras bonitas e amar. Mas mudar o mundo? Se Jesus não tivesse realizado um só prodígio, ainda assim Ele seria a pessoa mais intrigante e influente de todos os tempos. Não, Jesus não era um louco bem intencionado, ainda que a sua história pareça loucura para muitos...

Um enganador? Disto ele foi acusado, até enquanto estava morto (Mt 27:63). Mas, jamais! Sua vida foi coerente com o que pregava. Pessoas que conviveram de perto com Jesus, durante três anos, dia e noite, testificaram da sua honestidade, sinceridade e pureza, chamando-o de “Santo e Justo” (Atos 3:14).

SERIA JESUS, ENTÃO, UM PROFETA?

Os milagres e prodígios de Jesus, narrados por Mateus, Marcos, Lucas e João, foram feitos diante de milhares de pessoas, que puderam provar e participar deles, fossem como testemunhas oculares, ou como beneficiadas diretas de suas curas e libertações, e até mesmo saciando a fome com pães e peixes multiplicados por Ele.

Com toda naturalidade e simplicidade, Jesus deu vista a diversos cegos, inclusive de nascença, tornou perfeita a mão ressequida de um homem, estancou o fluxo de sangue de uma mulher hemorrágica há doze anos, fez falar e ouvir um homem que era surdo-mudo, curou um rapaz que tinha ataques e sofria convulsões desde criança, curou pessoas à distância, como o filho do oficial do rei, a filha da mulher cananeia, o amigo do centurião, limpou leprosos que estavam com suas peles apodrecidas, fez andar muitos paralíticos, purificou dez leprosos com uma única palavra, um hidrópico, reimplantou a orelha cortada Malco, libertou da possessão de espíritos imundos o demoníaco da sinagoga, o endemoninhado que era cego e mudo, o endemoninhado de Gadara que habitava em sepulcros, sarou a sogra de Pedro que estava à morte, além de muitas outras coisas que Jesus fez e que se encontram relatadas nos quatro livros de Mateus, Marcos, Lucas e João, e as que não estão relatadas por falta de espaço (Jo 9, Mt 12:10, Lc 8:43, Mc 7:33, Lc 9:37, Jo 4:46, Mc 1:41, Lc 5:18, Mt 9:30, Lc 17:12, Lc 14:2, Lc 22:51, Mc 1:26, Mt 12:22, Lc 8:26, Mt 8:14, Jo 21:25).

Seus milagres foram tão reais e incontestáveis, que os líderes religiosos de então se reuniram e traçaram um plano para tirar a sua vida, pois diziam: “que estamos fazendo, uma vez que este homem opera muitos sinais? Se o deixarmos assim, todos crerão nele. Desde aquele dia, resolveram matá-lo” (Jo 11:53).

Nenhum profeta do antigo testamento, por mais poderoso que fosse, chegou a tanto. Até aquele homem, curado da cegueira, deu uma aula de coerência, dizendo: “Desde o princípio do mundo, nunca se ouviu que alguém abrisse os olhos a um cego de nascença” (Jo 9:32). Não, Jesus não era apenas mais um profeta...

SERIA JESUS, ENTÃO, UMA ESPÉCIE DE DIVINDADE?

Jesus colocou-se acima das leis de física e de química: andou cerca de cinco quilômetros sobre as águas como se fossem terra firme; conversou com o vento, o mar e até com uma árvore, que lhe obedeceram; transformou água em vinho; fez duas pescas maravilhosas em lugar que sabidamente não tinha peixe e, por duas vezes, alimentou cinco mil pessoas com apenas cinco pães e dois peixinhos e, em outra ocasião, alimentou quatro mil pessoas com sete pães e alguns peixinhos (Mt 14:26, Mc 6:49, Jo 6:19, Mt 8:26, Mc 4:35, Lc 8:22, Mt 21:19, Jo 2:9, Lc 5:6; Jo 21:6, Mt 14:15, Mt 15:32).

Seus prodígios não foram feitos à base de mágica, ilusionismo, hipnotismo, sugestão ou prestidigitação. Ele os realizou publica e instantaneamente, diante de muitas testemunhas, porque realmente tinha poder para tanto (Lc 12:54-56, Jo 3:2, 14:11).

Mas de onde vinha tal poder? Seria Ele uma espécie de divindade?

Em um debate com os fariseus, que queriam apedrejá-lo por blasfêmia, Jesus citou o Salmo 82:6, e disse: “Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Ora, se a lei chama homens de deuses...”.

Jesus usou este registro bíblico para deixar bem claro que, se ele fosse “um deus”, então seria como qualquer outro ser humano, chamados de “deuses” pela própria Bíblia. Não! Jesus não era “um deus”, um subdeus, ou um deus menor, como algumas religiões ensinam...

E todos nós: judeus, gentios, católicos, espíritas, budistas, islamitas, protestantes, evangélicos, estudiosos, curiosos, queremos saber:

QUEM, AFINAL, É JESUS?

Jesus surpreendeu as pessoas ao parar um cortejo fúnebre e fazer voltar à vida o cadáver do filho único da viúva de Naim, que estava sendo levado para o cemitério. Também ressuscitou a filha única de Jairo, recém-falecida aos doze anos. Mas, o maior de todos os sinais: trouxe de volta à vida um homem de nome Lázaro, morto e sepultado há quatro dias, mesmo com o seu corpo cheirando mal e em adiantado estado de putrefação (Lc 7:11, Mt 9:18, Jo 11).

Afinal, QUEM era este que tinha poder até para ressuscitar mortos?

Seus inimigos, para difamá-Lo, diziam que Ele realizava estes sinais pelo poder de Belzebu, principal dos demônios (Mt 12:24). Mas veja a incoerência de tal afirmação: Se em toda a história bíblica nenhum homem de Deus fez o que Ele fez, então o Diabo seria mais poderoso que Deus?

Tirar a vida de uma pessoa até Satanás pode, porque “ele veio para matar, roubar e destruir”; mas CRIAR A VIDA E RESSUSCITAR MORTOS, SÓ DEUS PODE! (Jo 10:10).

Todos os sinais e prodígios operados por Jesus eram para que as pessoas cressem nas Palavras que Ele dizia. (Jo 14:11)

MAS, O QUE ELE DISSE A RESPEITO DE SI MESMO E DE NÓS?

“Vós sois de baixo, EU SOU de cima. Vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados: se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados.” (João 8:23-24)

Repare: ao invés de dizer: “quem eu sou”, Ele disse: “que EU SOU”.

Para entender o que Jesus disse, temos de voltar no tempo, por volta de 1500 a.C., quando Moisés perguntou a Deus o Seu Nome, e o SENHOR respondeu:

“EU SOU O QUE SOU. Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós” (Êxodo 3:14).

No original hebraico, este nome está expresso em quatro letras: YHVH, chamado teologicamente de “o Tetragrama Sagrado”. (Também pode ser IHVH ou JHVH, porque no hebraico Y, I ou J [yod, iod, jod] representam a mesma letra. I e J são usados mais nas palavras traduzidas para o nosso idioma, como Isaías, Jesus, Iavé, Javé. O Y é empregado quando se deseja ficar mais próximo do original).

O NOME DE DEUS É O PRESENTE DO VERBO SER.
A Torá Viva, ao comentar o Nome de Deus (YHVH), diz: “O Tetragrama denota o nível onde presente, passado e futuro são o mesmo”.

Repare: os três tempos básicos em que um VERBO é conjugado.

YHVH É O VERBO! E O VERBO É YHVH (Jo 1:1)

Ao lermos o relato da Criação no Livro de Gênesis, vemos o VERBO ali, revelado na Sua própria boca: “E disse Deus: HAJA Luz” (Gn 1:3).

Entender que o VERBO é DEUS parece tão difícil quanto entender a complicada gramática portuguesa. Mas, se analisarmos mais profundamente, veremos a perfeita consonância da Gramática com a Teologia:

Em primeiro lugar, o VERBO HAJA foi empregado no sentido de existir, fazer, ocorrer, acontecer. O VERBO fez tudo existir: “Nele foram criadas todas as coisas que há nos Céus e na Terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele” (Cl 1:16).

O VERBO HAJA está no imperativo afirmativo. Imperativo é o modo verbal que exprime uma ordem. A Palavra diz: “Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes. Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus. Que louvem o Nome do SENHOR, pois mandou e logo foram criados” (Sl 148:3-5).

Já o modo Afirmativo é aquele que afirma, confirma e concorda. O VERBO estava ali na Criação, afirmando e concordando consigo mesmo. Mais tarde, Ele mesmo nos ensinará sobre o poder criador da concordância em torno de uma afirmação: “Se dois de vós concordarem na Terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus” (Mt 18:19).

O VERBO HAJA também pode ser conjugado no presente do subjuntivo. Subjuntivo quer dizer “subordinado, dependente”. E Ele, ainda que Deus, subordinou-Se ao Pai, fazendo-Se dependente Dele, conforme disse aqui na Terra: “Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma; como ouço, assim julgo, e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai, que me enviou” (Jo 5:30).

O modo subjuntivo também é chamado de Conjuntivo, isto é, “que junta”, “que une”. Desde o Princípio o VERBO agiu em conjunto com o Pai e já mostrava que, no futuro, também seria Dele a missão de unir a Criatura ao Criador: “Deus estava em Cristo, reconciliando Consigo o Mundo” (2 Co 5:19).

E O VERBO ESTAVA COM DEUS (Jo 1:1)
No Livro de Gênesis, quando lemos o relato da Criação do Ser Humano, Deus diz: “FAÇAMOS o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança” (Gn 1:26). Se Deus estivesse sozinho, “O VERBO” não estaria no plural.

E O VERBO ERA DEUS!
Ao propor a Alguém criar em conjunto um ser semelhante, Deus não conversou com um Anjo, mas com Alguém semelhante a Ele. Deus não conversou com outro “deus”. Acreditar que “O VERBO” é um outro deus, indefinido e menor, seria chamar Deus de mentiroso, porque Ele mesmo afirma que não há outro deus, conforme lemos na Sua Palavra:
“Vede agora que Eu, EU SOU, e não há outro deus além de mim” (Dt 32:39).
“Não vos assombreis, nem temais; porventura não vo-lo declarei há muito tempo, e não vo-lo anunciei? Vós sois as minhas testemunhas! Acaso há outro Deus além de mim? Não! Não há outra Rocha. Não conheço nenhuma” (Is 44:8).
“Quem mostrou isso desde a Antiguidade? Quem, de há muito, o anunciou? Porventura não sou Eu, o Senhor? Pois não há outro Deus senão Eu. Deus justo e Salvador não há além de mim” (Is 45:21).
“Todavia, EU SOU o Senhor teu Deus desde a terra do Egito; portanto não conhecerás outro deus além de mim, porque não há Salvador senão Eu” (Os 13:4).

Um dia Jesus, falando de Seu passado, disse que Abraão O viu e se alegrou sobremaneira. Os ouvintes zombaram: “Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão?”. De fato, Jesus aparentava ser muito novo para ter sido visto por Abraão, que deveria ter, pelo menos, dois mil anos de idade! Mas, para espanto de todos, Jesus disse que era muito mais velho do que Abraão:
“Antes que Abraão existisse, EU SOU” (Êx 3:14).
Os ouvintes queriam apedrejá-Lo por blasfêmia, porque Ele disse ser o VERBO.

DEUS É ÚNICO E SALVADOR!
Jesus disse: “Eu e o Pai somos um” (Jo 10:30). Lembre-se que YeHoSHua, nome hebraico de JESUS significa DEUS SALVA ou DEUS SALVADOR!

Na véspera da Sua morte, Jesus declarou:
“EU SOU o Caminho, a Verdade e a Vida. E ninguém VEM ao Pai, senão por mim” (Jo 14:6).
Se Deus fosse outra pessoa, Jesus teria dito: “Ninguém vai ao Pai”. Este “VEM” do Senhor Jesus é do verbo “vir” e não do verbo “ir”. Exemplo: VEM AQUI.

Quando, então, o discípulo Felipe Lhe pediu que mostrasse o Pai, Jesus disse: “Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Felipe? Quem me viu a mim, viu o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai? Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é que faz as suas obras. Crede-me que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras” (Jo 14:9-11).

O SENHOR disse que a Humanidade deve honrar “O VERBO - YHVH” como Deus. Ele mesmo disse: “Para que todos honrem o Filho, assim como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que O enviou” (Jo 5:25).

Aquele que nunca mentiu, afirmou sagradamente, por doze vezes:

1- EU SOU o Pão da Vida (Jo 6:35)
2- EU SOU a Luz do Mundo (Jo 8:12)
3- EU SOU de Cima (Jo 8:23)
4- EU SOU Eterno (Jo 8:58)
5- EU SOU a Porta (Jo 10:9)
6- EU SOU o Bom Pastor (Jo 10:11)
7- EU SOU a Ressurreição e a Vida (Jo 11:25)
8- EU SOU o Caminho (Jo 14:6a)
9- EU SOU a Verdade (Jo 14:6b)
10- EU SOU a Vida (Jo 14:6c)
11- EU SOU a Videira Verdadeira (Jo 15:1)
12- EU SOU JESUS (At 9:3)

A 12ª. definição, acima, foi dada pelo próprio Jesus ressuscitado a um perseguidor de cristãos que, convicto de que prestava um serviço para Deus, arrastava homens, mulheres e até crianças para a prisão: seu nome era Saulo, fariseu zeloso, criado aos pés de Gamaliel, um rabi tão sábio, que atraía multidões para ouvi-lo. Jesus, já glorificado, apareceu para Saulo e o colocou por terra; Saulo, envolvido por Luz que lhe cegou os olhos por três dias, perguntou: “Quem és tu?”. E ouviu a resposta: YHVH YeHoSHua, que traduzido quer dizer EU SOU O DEUS QUE SALVA!

Por isso que o judeu Saulo se converteu e, de perseguidor, passou a ser perseguido por pregar a Verdade e a Vida. Tem tanta certeza de que Jesus é Deus e Salvador, que anunciava:

“Jesus morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras e, sepultado, ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e foi visto por Cefas, e depois pelos doze. Depois, foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dois quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também. Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos e, por derradeiro de todos, me apareceu também a mim, como a um abortivo. Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.” (I Co 15:3-9).

Saulo, o judeu, prega que a Igreja de YeHoSHua é a Igreja de Deus! Por causa da sua fé, morrerá decapitado em Roma! Fosse JESUS uma mentira, Saulo daria a vida por uma fraude? Pelo contrário, creu que depois da morte, receberia a coroa da Justiça das mãos do SENHOR, seu Justo Juiz (II Tm 4:8).

Tempos depois, JESUS apareceu ressuscitado e glorificado também para João, já velho, e disse:

“EU SOU o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, diz o SENHOR, que é, que era, e que há de vir, o TODO-PODEROSO” (Ap 1:8). Alguma dúvida?

Antes da cruz, JESUS profetizou que a maneira de as pessoas saberem disso seria através da Sua morte:

“Quando tiverdes levantado o Filho do Homem, então conhecereis que EU SOU e que nada faço de mim mesmo. Mas como o Pai me ensinou, assim falo. E Aquele que me enviou está comigo; não me tem deixado só, porque sempre faço o que lhe agrada.”

QUANDO TIVERDES LEVANTADO O FILHO DO HOMEM...
Jesus fala de maneira cifrada que os homens O levantarão, isto é, O suspenderão na cruz, e que isto é do agrado do Pai, conforme estava profetizado setecentos anos antes por Isaías: “Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar. Quando Ele se puser como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias, e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma e ficará satisfeito. Com o seu conhecimento o meu servo, o Justo, justificará a muitos, e as iniquidades deles levará sobre Si. Pelo que Lhe darei o seu quinhão com os grandes e com os poderosos repartirá Ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte e foi contado com os transgressores. Mas Ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu” (Is 53:10-12).

... ENTÃO CONHECEREIS QUE EU SOU.
É através do próprio sacrifício e da Sua prodigiosa Ressurreição que todos conhecerão que Ele é YHVH – EU SOU O QUE SOU (Êx 3:14).

Aquele que é de cima desceu à Terra, ofereceu-Se no lugar dos pecadores, morreu pelas nossas transgressões, ressuscitou dos mortos e subiu novamente ao Céu. É a Sua morte na cruz e ressurreição que O revelam como EU SOU: O VERBO que reúne em Si mesmo os três tempos: o Passado, o Presente e o Futuro. “Aquele que era, que é, e que há de vir”.

O sacrifício de Jesus é a oferta de Deus para Si próprio. Fica fácil de entender, quando se crê que Ele é YHVH. Quem não crer nisso morrerá nos seus próprios pecados:

“Se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados”. Em outras palavras: EU SOU O DEUS QUE SALVA!

Crê? Então, abra a sua boca e o seu coração, e receba-O agora como seu único, suficiente, exclusivo e eterno Salvador, e o seu nome será escrito no Livro da Vida do Cordeiro.
Procure uma comunidade verdadeiramente cristã, que não explora a fé e nem a ingenuidade das pessoas, e confirme a decisão que você tomou neste momento.
Batize-se nas águas, porque Ele disse: “Quem crer e for batizado, será salvo” (Mc 16:16). Note que primeiro a pessoa crê, depois se batiza.
Tome a Santa Ceia regularmente, porque também é ordem do Senhor (Lc 22:19) e persevere até o fim (Mt 24:13).

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Isso é um absurdo

Na Bahia, em um shopping, uma transexual denunciou a um grupo gay da região(GGB), que estava sendo impedida de usar o banheiro feminino do shopping ao qual ela trabalha, e que inclusive, as mulheres do local, se reuniram e fizeram um abaixo assinado para que a tal travesti fosse impedida de entrar no banheiro devido ao constrangimento que isso ocasionava. Para o ativista transexual, Fernando Gabriel, 26, faltou “discernimento às funcionárias”.

“Elas precisam entender que uma transexual feminina também tem a identidade de gênero de uma mulher. Apenas nasceu em um corpo que não condiz com a sua cabeça. Ela é uma mulher e tem o direito de usar o banheiro. É absurdo [as funcionárias] acharem que podem ser vítimas de qualquer ato constrangedor. Seria como proibir as mulheres que são lésbicas de usar o banheiro, o que seria outro enorme absurdo”, declarou.

É um absurdo não por parte das funcionárias, as quais quero deixar aqui registrado meu total apoio ao direito delas de ter um banheiro só para elas, mas, pelo contrario, quero deixar minha total repulsa ao movimento gay e a esse rapaz que, ao meu ver, também é uma vítima, pois colocaram na cabeça dele que ele é um transexual feminino, e que tem a identidade de gênero de uma mulher. Isso que eles fazem é uma maldade sem limites, pois um homem que esta com claros problemas de identidade, pois o fato de alguem se achar Napoleão Bonapart, não quer dizer que ele seja, o mesmo declaro aos homens que se acham mulheres, acreditem, vocês não o são, apenas são homens vestidos de mulher, e o maximo que podem fazer é usar um disfarce, perucas, maquilagem, implantes, operação para arrancar um membro de seu corpo, e é só, nunca e jamais serão mulheres, e quanto ao fato de dizer que é o corpo não condiz com a cabeça, é o mesmo de dizer que Deus, o criador, o todo poderoso, é burro, que não sabe colocar um cérebro de mulher em um corpo de mulher ou vice- versa.

Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
Mateus 3:2

http://blogs.odia.ig.com.br/lgbt/2014/01/10/funcionarios-de-shopping-tentam-impedir-colega-transexual-de-usar-banheiro-feminino/