Quem sou eu

Minha foto

Numa busca interior, descobri em Cristo a unificação universal com o cosmo, assim como Jesus afirma ser ele e o pai um único ser(João 10.30), descobri que somos um tambem com o criador, alguns o chamam de "Arquiteto do universo", outros de "Mente criadora", eu prefiro chamar apenas de "Pai", pois o Genesis não diz que Deus parou para pensar no que ia fazer, e pelo que sei é isso que um arquiteto faz, ele pensa, planeja, calcula, mas Deus apenas disse e aconteceu como falou, creio no poder da palavra, e sei que mudanças poderosas podem ocorrer coforme o que você pronuncia, você pode ter uma vida de sucesso falando coisas boas ou uma vida penosa e sofredora falando palavras malditas, que tendemos a chamar de palavrões. Desejo poder iluminar sua vida com o que for postado nesse bloger, e que a paz do Senhor Jesus, que é a mais profunda a se desejar, superabunde em seu ser e dê o despertar cósmico de sua consciência que você tanto deseja

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Aquilo que o padre não te contou sobre São Cosme e São Damião

Quando crianças tínhamos o costume de ir de casa em casa recolher os doces que eram distribuídos em homenagem a São Cosme e São Damião. Em alguns casos inclusive houve brigas, por causa dos tais doces, não posso negar que era uma brincadeira legal, afinal de contas, quem não gosta de ganhar coisas, quanto mais doces, e ainda por cima, de graça. Era o nosso Haloween, com diferença de ninguém andar por ai fantasiado dizendo: “Doce ou travessura”. Mas, o que há por trás disso? Será que esse ato de bondade não tem algo bizarro?
São Cosme e São Damião nasceram na cidade de Egéia, na Arábia, por volta do ano 260. Eram gêmeos, filhos de família nobre. Sua mãe, Teodata, ensinou-lhes a fé cristã. E ensinou-lhes de tal forma, que Jesus Cristo passou a ser o centro de suas vidas.
Formados em medicina na Síria, atendiam seus pacientes a preço de falar de Jesus e orar por eles, pois os mesmos entendiam que a cura tinha que ser não apenas na carne, mas, principalmente na alma.
Na mesma época em que eles trabalhavam e ensinavam em nome de Jesus, o imperador Diocleciano lançou uma grande perseguição contra os cristãos. E o local onde eles viviam era dominado pelos romanos. Por isso, eles foram presos sob a acusação de feitiçaria e de espalharem uma seita proibida pelo imperador. O imperador odiava os cristãos porque eles desprezavam os deuses romanos e adoravam somente Jesus Cristo.
Cosme e Damião foram tirados violentamente do local onde atendiam os doentes e levados ao tribunal. Lá, foram acusados de feitiçaria, por curarem os doentes e de pregarem uma seita proibida. Ao serem questionados sobre isso, responderam: Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo, e pelo seu poder. Ele é o Filho de Deus que veio a este mundo para salvar e para curar. No tribunal, foi exigido deles que renunciassem à fé em Jesus Cristo e começassem a falar aos pacientes sobre os deuses romanos. Eles se recusaram, não renunciaram aos princípios do Evangelho e por isso foram duramente torturados, e mortos.
Cosme e Damião foram condenados à morte por apedrejamento e flechadas. Tudo foi preparado, então, para a execução da pena. A pena foi executada por carrascos experientes. Os santos irmãos gêmeos, porém, não morreram. Então, o magistrado ordenou que fossem queimados em praça pública. Executaram a sentença, mas o fogo não os atingiu. Cosme e Damião não paravam de louvar a Deus por estarem sendo dignos de sofrerem por Jesus Cristo. Os pacientes que eram atendidos por eles, que ainda não tinham se convertido, se converteram ao verem essas coisas. Os soldados decidiram afogar os dois, mas eles foram salvos por anjos. Por fim, a mando do magistrado, os torturadores lhes cortaram as cabeças.
Cosme e Damião foram sepultados pelos pacientes que tinham sido curados por eles. Mais tarde, seus restos mortais foram transladados para uma Igreja dedicada a eles, construída pelo Papa Felix IV, em Roma, na Basílica do Fórum. Lá e em toda a Igreja, eles são venerados como santos mártires, ou seja, morreram por testemunharem sua fé em Jesus Cristo e não renegarem esta fé. A festa de Cosme e Damião é celebrada no dia 26 de setembro.
http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-sao-cosme-e-damiao/134/102/#c
O Dia de São Cosme e Damião é comemorado em27 de setembro pelos seguidores do candomblé, xangô, xambá, umbanda e batuque, no dia 26 de setembro é celebrado pelos católicos.
http://www.calendarr.com/brasil/dia-de-cosme-e-damiao/
Cosme e Damião foram homens de Deus, que se recusaram a adorar outro Deus a não ser o Senhor Jesus.
Eles eram cristãos primitivos, igreja anterior a igreja católica romana, igreja esta que eles pertenceram, que foi a fundada por Jesus e seus discípulos. A igreja romana foi fundada bem depois pelo imperador Constantino no concilio de Niceia em 325 dc.
Peço a todos os que são simpatizantes de Cosme e Damião, seus seguidores, façam como eles, parem de adorar a qualquer imagem de escultura, seja a deles ou mesmo do próprio Jesus, pois as mesmas não tem nenhum poder, e nem são os que elas dizem ser.
“Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.
Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.
Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.
Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.”
Salmos 115:4-8
Quanto aos doces distribuídos, em suma são oferendas feitas a demônios, e em muitos casos, são colocados venenos ou algo nozento, como saliva ou ficar enterrado ou dentro de cadáveres por dias, antes de ser distribuído.
Os gêmeos Cosme e Damião são considerados protetores das crianças. Por isso, as pessoas criaram o costume de distribuir os doces para homenageá-los.
Porém, diferentemente do que muitos acreditam, a suposta proteção é na verdade desobediência à Palavra de Deus. “Quase todos os países do mundo têm estimulado a prática de comer coisas sacrificadas aos ídolos. Os nomes e as figuras dos ‘santos’ variam, mas a prática é a mesma. A obediência é ao mesmo diabo, e a desobediência é ao Único Deus Vivo e Verdadeiro. Não obstante à morte de milhares de crianças, devido a atropelamentos e acidentes, além de muitas ‘doenças inexplicáveis’ acometerem tanta gente nesse dia, especialmente crianças inocentes”.
http://www.universal.org/noticia/2015/09/25/o-que-os-doces-de-cosme-e-damiao-escondem-34267.html
Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa?
Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios.
1 Coríntios 10:19,20
Se você não pode ir ao lançamento, de meu livro "Memórias de um Demônio", ainda esta em tempo de adquirir.
O livro tem um investimento de R$30,00. E pode ser adquirido pessoalmente comigo pelo whatsap 992647758; ou
pelo e-mail: david.santos.jr@hotmail.com
ou no site da editora autografia:
http://www.autografia.com.br/loja/memorias-de-um-demonio/detalhes
Fisicamente na livraria Café com Letras. Na Avenida Getúlio Vargas, 1563, Centro, Nilópolis, Rio de Janeiro
O livro é sobre um Demônio, que de tanto sofrer com Satanás, resolve contar tudo em um livro. Conta sua origem nos céus como anjo, sua queda, as pessoas que ele possuiu, bem como o que lhe dá força, mas também conta como enfraquecer ele e até mesmo o mandar de volta para o Inferno.
O livro contém 105 páginas.
mais detalhes em:
http://davidvencedor.blogspot.com.br/2016/09/entendendo-memorias-de-um-demonio.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário