Quem sou eu

Minha foto

Numa busca interior, descobri em Cristo a unificação universal com o cosmo, assim como Jesus afirma ser ele e o pai um único ser(João 10.30), descobri que somos um tambem com o criador, alguns o chamam de "Arquiteto do universo", outros de "Mente criadora", eu prefiro chamar apenas de "Pai", pois o Genesis não diz que Deus parou para pensar no que ia fazer, e pelo que sei é isso que um arquiteto faz, ele pensa, planeja, calcula, mas Deus apenas disse e aconteceu como falou, creio no poder da palavra, e sei que mudanças poderosas podem ocorrer coforme o que você pronuncia, você pode ter uma vida de sucesso falando coisas boas ou uma vida penosa e sofredora falando palavras malditas, que tendemos a chamar de palavrões. Desejo poder iluminar sua vida com o que for postado nesse bloger, e que a paz do Senhor Jesus, que é a mais profunda a se desejar, superabunde em seu ser e dê o despertar cósmico de sua consciência que você tanto deseja

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Aos cristãos judaizantes.


É isso o que vocês querem para nós?

Judeu se esconde em saco plástico dentro de avião e choca passageiros
Inglaterra -  Um judeu ultra-ortodoxo resolveu se embrulhar em um saco plástico durante uma viagem de avião e chocou os passageiros. O fato inusitado aconteceu porque sua religião o impede de voar sobre cemitérios. Todo vestido de preto e usando um solidéu judeu, ou um "kipá", debaixo do plástico, ele alega que o saco cria uma barreira que o impede de entrar em contato com as impurezas do mundo dos mortos. Acredita-se que o homem seja um descendente religioso dos sacerdotes do antigo Israel, um Cohen.
O rabino Jeffrey W. Goldwasser, do Templo de Beit Hayam em Israel, explicou: "Nas comunidades ortodoxa e conservadora, esses decendentes devem abster-se de entrar em contato com os mortos, que inclui a proibição de cemitérios, exceto para os funerais de parentes próximos".
Sacos polêmicos
A polêmica envolvendo os sacos plásticos fez a El AL Airlines proibir, em 2001, que os judeus ultra-ortodoxos se cobrissem com o material, porque estaria infringindo as considerações de segurança de voo.
Um ano mais tarde, foi relatado que a tripulação entrou em uma discussão com um passageiro que tentou voar envolto em um plástico. O confronto acabou levando o piloto a retornar para a base.
Uma mulher até processou a companhia aérea após a equipe ter trocado-a de lugar, colocando-a na parte traseira de um avião, após um ultra-ortodoxo ter se recusado a sentar ao seu lado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário