Quem sou eu

Minha foto

Numa busca interior, descobri em Cristo a unificação universal com o cosmo, assim como Jesus afirma ser ele e o pai um único ser(João 10.30), descobri que somos um tambem com o criador, alguns o chamam de "Arquiteto do universo", outros de "Mente criadora", eu prefiro chamar apenas de "Pai", pois o Genesis não diz que Deus parou para pensar no que ia fazer, e pelo que sei é isso que um arquiteto faz, ele pensa, planeja, calcula, mas Deus apenas disse e aconteceu como falou, creio no poder da palavra, e sei que mudanças poderosas podem ocorrer coforme o que você pronuncia, você pode ter uma vida de sucesso falando coisas boas ou uma vida penosa e sofredora falando palavras malditas, que tendemos a chamar de palavrões. Desejo poder iluminar sua vida com o que for postado nesse bloger, e que a paz do Senhor Jesus, que é a mais profunda a se desejar, superabunde em seu ser e dê o despertar cósmico de sua consciência que você tanto deseja

terça-feira, 19 de março de 2013

Cuidado com o muleque


Existe uma música muito tocada atualmente que é “O passinho do volante” que tem como refrão: “Aaaaaaaaah lelek lek lek lek lek lek lek lek lek lek”, onde muitos entendem como moleque, que é uma palavra africana usada para “Exú mirim”, que é um demônio travesso. Essa palavra é derivada do deus pagão Moloque, que foi um deus amonita, cujo culto consistia em queimar o próprio filho nos braços do deus como sinal de oferenda e sacrifício. Essa prática foi punida pela palavra de Deus, o que muitos insistem em perseguir :”E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque; e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o SENHOR. 
Levítico 18:21”.
Ao cantar essa música, corremos o risco de evocar essas entidades, e por isso que estou aconselhando o caro leitor a meditar nessas poucas linhas, pois ao invocar tais entidades acaba, sem saber ou mesmo sabendo, trazendo sobre si uma serie de maldições que o amado não deseja nem pode carregar. Então cuidado não só com a música, mas também em chamar qualquer criança por esse nome que nunca deve ser pronunciado  : “As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nomes nos meus lábios.( Salmos 16.04)”.